Make your own free website on Tripod.com

BEM-VINDO(A) AO PROJETO DO PORTAL DO FÓRUM CEARENSE DOS DIREITOS HUMANOS!

Mantido por: OKARA

Inicial | Histórico | Membros | Eixos | Sínteses | Relatórios | Campanhas | Estatísticas DH | Documentos | Legislação | Links | CONTATOS: fcdh@ig.com.br (sobre o portal) ou cdh@al.ce.gov.br (informes oficiais) Memória da III CEDH

PÁGINAS DE MEMBROS DO FCDH : ADPEC | APAVV | CDHC | CEDECA | FMC | OAB | OJC | OKARA 1 e OKARA2 |

GALERIAS DE FOTOS: III CEDH :-) Pelo passe-livre :-) Outras do FCDH :-)

Fórum Cearense dos Direitos Humanos

Apoiar a deputada Íris Tavares é defender os direitos e a luta do povo

Acompanhamos atentamente todo a movimentação que tenta desmontar e desarticular o mandato da deputada Íris Tavares (PT), que é sinônimo de luta, de ética e de comprometimento com a coerência política. É importante analisar como os fatos têm transcorrido, sendo articulados de forma interessada por inimigos políticos declarados do mandato. O cenário que foi montado é leviano, pois representa a tentativa de desgastar a imagem da deputada, talvez por ela se posicionar com firmeza e seriedade frente às questões políticas, econômicas e sociais e na defesa dos direitos humanos. Essas posturas desagradam a uma parcela da elite política do Estado, principalmente àqueles(as) que não têm atuação presente nas lutas em que o povo está.

Na verdade, o que se faz é rasgar qualquer ordenamento constitucional ou regimento interno da Casa. Política e judicialmente, qualquer pessoa só pode ser considerar culpada após um procedimento que garanta amplo direito de defesa. Ninguém pode ser condenado sem o devido processo legal. O que é passado pelas mídias também deve contar com a responsabilidade de profissionais que não podem fazer julgamentos ou condenar as pessoas previamente. Apostando na derrota de um mandato participativo, defensores do tradicional e do moderno coronelismo querem fazer um julgamento sumário, sem considerar quaisquer provas ou lastro legal. Essa é a mostra objetiva do projeto anti-popular e autoritário que eles defendem.
Nós, cidadãos que pensamos um mundo diferente, sem hipocrisia ou desigualdades e com justiça e solidariedade plenas, estamos com esse mandato popular. Porque ele é um instrumento daqueles(as) que não transigimos na defesa da vida; não voltamos atrás nas convicções ideológicas; e estaremos sempre na trincheira dos(as) que sonham e lutam por outra sociabilidade. Portanto, não vamos aceitar esse jogo nefasto de “fazer política” e defendemos esse mandato que assume o papel de defesa da nossa gente. Continuaremos a lutar contra qualquer movimentação patrocinada por oligarquias que queiram prejudicar ou macular a nossa representante no parlamento estadual, porque. defender Íris Tavares é fortalecer os direitos e a luta do povo.





Contatos: fcdh@ig.com.br


Este site é um exercício democrático de criação que visa estudar e desenvolver o formato, a identidade visual, os recursos... a linguagem e a forma que serão utilizados no Portal do Fórum Cearense dos Direitos Humanos. A iniciativa deste site é da ONG OKARA, da cidade de Maranguape-Ce, e o responsável pela editoração é o companheiro Marcos Paulo (OKARA). Quanto à criação do espaço e conteúdo, dependerá de todos nós, inclusive, e principalmente, de sua opinião! Entre em contato, sugira, comente, divulgue... participe! Vamos juntos construir um espaço coletivo, intenso e legítimo! Caso queira apoiar este projeto, telefone para OXX85 3277 2959 (Comissão de Direitos Humanos da ALEC – Fátima Carvalho).


Envie-nos sugestões, comentários, análises, opiniões... fcdh@ig.com.br

 

AGENDA



SETEMBRO – 2005

  • 17- Encontro Estadual sobre Educação em Direitos Humano (Leia Mais).




Este site está sendo desenvolvido e mantido pelo Núcleo de Articulação e Inclusão Digital e Comunicação Digital da ONG OKARA – NAID/OJKARA.

O NAID tem o apoio cultural do BNB

APOIAM ESTE PROJETO

OKARA – Circulo Maranguapense pela Construção e Defesa da Cidadania

Comissão de Direitos Humanos e Cidadania/ALEC

Webmaster: Marcos Paulo V. de Figueiredo ( mapavifi@ig.com.br)